Autocuidado, bem estar e liberdade!

Depois que entrei para o mundo da saúde mental uma coisa que sempre me encucou é se nós poderíamos aprender alguma coisa para cuidarmos de nossa saúde mental e energética além do tratamento que fazemos em consultório. Algo que não nos fizesse ficar passivos, onde pudesse entender certas coisas que aconteciam, onde eu pudesse fazer algo para mudar e ganhar mais autonomia e maturidade emocional.

Então fui apresentada para um universo maravilhoso, chamadas terapias complementares.

Existem hoje muitas técnicas e métodos terapêuticos que você pode aprender a se cuidar. Sim, aprender a cuidar melhor de você! Elas não substituem o cuidado que um analista psicoterapeuta tem, mas podem ensinar muita coisa a respeito de si mesmo.

Depois que fiz cursos e pratiquei bastante, percebi o quanto elas podem sim fazer a diferença, não só na minha vida mas também na vida das pessoas que eu amo.

Tem tanta coisa na natureza, não é possível que seja tudo por acaso, não é mesmo?!

Elas são chamadas de práticas integrativas e complementares, porque fazem exatamente isso: se integram a outros tratamentos que já foram passados por profissionais, como a Psicoterapia, e complementam porque atingem certas áreas da nossa psique, do nosso campo energético que as terapias tradicionais podem não atingir com tanta ênfase.


Posts recentes

Ver tudo