Um papinho sobre Responsabilidade

Afinal, já somos grandinhos não é mesmo? Mas alguns de nós ainda esperam cuidados externos, seja da mãe, da esposa, do marido, da secretária, enfim.

Trazendo para a saúde mental, você espera que seu terapeuta venha e cuide de você, faça por você? Tem pessoas que vêm pra análise e espera encontrar uma palestra - não meu amigo, você tem que falar, falar, falar. E se ouvir. E pensar. E elaborar. E dar a devolutiva pra seu terapeuta. Se questionar. Tudo isso faz parte do processo.

E ainda existem terapias que você pode aprender para cuidar de si mesmo, dos seu familiares, que podem trazer bem estar, podem trazer conhecimento. Elas se integram, uma coisa vai ajudando a outra e assim, você vai se tornando uma pessoa melhor, mais responsável pelos seus conteúdos. Esse mundão tá aí pra ensinar que ninguém vai pegar na sua mãozinha e fazer as coisas por você. E isso tem um nome: chama-se responsabilidade. Sim, você tem a responsabilidade de ir atrás do que te faz bem, de tirar da sua vida o que não está legal, de transformar isso tudo em aprendizado e ajudar a tornar esse mundão melhor. Mas essa faísca começa aí dentro. Faça alguma coisa por você, você só tem a ganhar.


1 visualização0 comentário